Novidades

Julho é o mês de Rock

Home » Novidade » Julho é o mês de Rock


RC na Veia, é a banda de Dudu Braga que faz releituras das músicas do pai, Roberto Carlos, com a pegada do Rock. No vídeo a banda e Roberto Carlos levam “Se você pensa”.

O Rock aniversaria no dia 13 de julho.
A data foi escolhida em homenagem ao Live Aid, megaevento que aconteceu nesse dia em 1985. A celebração é uma referência a um desejo expressado por Phil Collins, participante do evento, que gostaria que aquele fosse considerado o “dia mundial do rock”. O evento também ficou conhecido por contar com grandes artistas do gênero, como Paul McCartney, Mick Jagger, Keith Richards, Ronnie Wood, Elton John, Queen, David Bowie, entre outros.

Mas o rock surgiu mesmo nos Estados Unidos, no final dos anos 40, início dos anos 50 e rapidamente se espalhou para o resto do mundo.
Pois é, este jovem senhor tem mais de sessenta anos!

No Brasil, o movimento foi marcado pelos costumes, roupas, cabelos, o ritmo alucinante e pela Jovem Guarda.
Cabelos compridos, terninhos, mini-saias e o inconfundível ritmo que não só fez os quadris começarem a mexer como também revolucionou para sempre a música jovem.

“Rock around the Clock” com Bill Halley e Seus Cometas, os sucessos de Elvis Presley, Little Richard, Gene Vincent e Chuck Berry eram adorados pelos adolescentes.
Roberto Carlos participou ativamente daquela nova era e seu começo de carreira foi intimamente ligado ao rock.

Com a chegada do rock, músicas que foram sucessos na voz de Elvis Presley ganharam roupagem nova com direito a letra em português.
Quer ver?

“I gotta know” se transformou em “Professor de amor”.

Os versos de “The wanderer” passaram a ser cantados na canção “Lobo mau”.

Outras versões da época também fizeram sucesso cantadas por Roberto Carlos, como o sucesso de Bob Darian e Jean Murray, “Splish Splash”.

“Road Hog” de John Loudermilk e Gwen Loudermilk passou a ser “O Calhambeque”.
veja aqui a canção no Show ao vivo No Pacaembu.. em 2003

“Born to Cry” de Dion Di Mucci foi cantado assim por RC em “Nasci para Chorar“.

Mas não só de versões vivia a música.
Roberto Carlos e sua turma tiveram uma grande participação no cenário musical do rock no Brasil, criando sucessos como “Parei na Contramão”, “É proibido fumar” e “Quero que vá tudo para o inferno”.

“É proibido fumar”, na versão remixed lançada em 2013

Muitos dos sucessos daquela época continuam a ser regravados pela turma que faz rock nos dias de hoje. Nas letras daquela época, um retrato da juventude em plena transformação…

Em 2003, Roberto Carlos volta ao Rock com a canção O Cadillac, com direito a um marcante solo de guitarra e o carro inflável que ocupava o palco em tamanho natural.

No álbum Duetos de 2006, Roberto e Erasmo arrasam num pot-pourri de clássicos do Rock, e, 
em Duetos 2, álbum de 2014 foi a vez de Roberto dividir o palco com Rita Lee e Roberto de Carvalho cantando sucessos inesquecíveis do casal roqueiro.

O Rock faz parte da trilha sonora de todos nós, em algum momento da vida.
Vamos então curtir este mês de homenagens, afinal, Roberto Carlos também é rock’n roll.