Novidades

COMO VOCÊ PREFERE VIAJAR?

Home » Novidade » COMO VOCÊ PREFERE VIAJAR?
anos-80

Não vamos nem tentar descobrir de quantas formas e maneiras diferentes as músicas de Roberto Carlos fizeram e continuam a fazer você ”viajar”, isso seria quase impossível.
Porém, Roberto, em sua discografia, nos levou em várias viagens…

Viajamos com ele de carro…

“Se você pretende saber quem eu sou
Eu posso lhe dizer
Entre no meu carro na Estrada de Santos
E você vai me conhecer”

De barco…

“Eu quero apenas um vento forte
Levar meu barco no rumo norte
E no caminho o que eu pescar
Quero dividir quando lá chegar”

De caminhão…

“Todo dia quando eu pego a estrada
Quase sempre é madrugada
E o meu amor aumenta mais
Olho o horizonte e vou em frente
Tô com Deus e vou contente
Meu caminho eu sigo em paz”

E teve até viagem espacial!

“Um astronauta eu queria ser
Pra ficar sempre no espaço
E desligar os controles da nave espacial
E pra ficar para sempre no espaço sideral”

Mas as viagens não pararam por aí.
Com ele partimos…

“Toda a minha bagagem
Num banco da estação
Era de amor, coragem
As bênçãos do meu pai, a fé e um violão”

E voltamos…

Perdi a conta dos momentos
Que falei que não ia voltar
Mas nunca fico longe muito tempo
Sempre volto dizendo: falei por falar”

Algumas viagens foram solitárias…

“Sozinho
Sem rumo vou seguindo nessa estrada
Caminho
Fugindo da saudade na madrugada
Vou indo
Atrás de um bom motivo pra recomeçar
Pois pra quem vive sem amor é bom tentar
Quem sabe até de novo eu possa achar você”

E outras muito bem acompanhadas…

“E continua a viagem no meio dessa paisagem
Onde tudo me fascina
E me deixo ser levado por um caminho encantado
Que a natureza me ensina
E embora eu já conheça bem os seus caminhos
Me envolvo e sou tragado pelos seus carinhos
E só me encontro
Se me perco no seu corpo”

Os caminhos percorridos foram muitos e os motivos ainda mais variados…

“Eu vou voando pela vida sem querer chegar
Nada vai mudar meu rumo nem me fazer voltar
Vivo, fugindo, sem destino algum
Sigo caminhos que me levam a lugar nenhum”

“Por mais que eu procure
Caminhar sozinho
Todos os meus rumos
Atravessam seu caminho
E por mais que eu tente
Desviar meus passos
Eu acabo sempre nos seus braços”

“Andei por uma estrada muito longa e pensei
Que um outro alguém podia aparecer
E de repente nesse meu caminho
Um novo amor pudesse acontecer”

“Vou cavalgar por toda a noite
Por uma estrada colorida
Usar meus beijos como açoite
E a minha mão mais atrevida”

Para viajar é preciso primeiro se despedir…

“Só me resta agora dizer adeus
E depois o meu caminho seguir
O meu coração aqui vou deixar
Não ligue se acaso eu chorar
Mas agora adeus”

Para então descobrir o que nos espera ao chegar…

“Estou guardando o que há de bom em mim
Para lhe dar quando você chegar
Toda a ternura e todo meu amor
Estou guardando pra lhe dar”

Mas chega o momento quando não mais queremos partir, que de tanto procurar finalmente encontramos o nosso lugar.

“Eu cheguei em frente ao portão
Meu cachorro me sorriu latindo
Minhas malas coloquei no chão
Eu voltei
Tudo estava igual como era antes
Quase nada se modificou
Acho que só eu mesmo mudei
E voltei
Eu voltei agora pra ficar
Porque aqui, aqui é meu lugar
Eu voltei pras coisas que eu deixei
Eu voltei”

E as viagens passam então a ser somente lazer!

“Tudo é festa, eu não me importo com nada
Rindo à toa com a criançada
Afinal é meu fim de semana”

BOA VIAGEM!